terça-feira, 9 de outubro de 2012

4

Relato do parto com complicações, mas um final feliz.


Bom meu anjo, começou no sábado (11/08) à noite, às 21:58 eu senti a primeira contração, quando deu 01 e pouca de domingo, as contrações estavam de 10 em 10 minutos, então  eu e minha mãe ligamos pro meu irmão pra ele vir buscar a gente, e eu fui tomar banho, e minha cunhada foi atrás de mim com medo de eu ter o bebê no banheiro, kkk. E minha mãe foi ligar pra minha tia (Valdene), pra avisar a ela, então a minha tia Valdene, ligou pra minhas outras 2 tias (Dududi e Valdilene), e na hora de ir pra maternidade, além da minha mãe, minha sogra e minha cunhada que já estavam aqui, foi a minha tia Valdene com a gente. Detalhe: eu estava morta de fome, então minha mãe me deu um pedaço de empadão que ela tinha feito à noite pro almoço do dia dos pais e uma Coca em lata. 
Chegando na maternidade, o segurança falou que eu estava rindo muito pra quem ia ter bebê, e nos mostrou o caminho, mas falou que só podia subir uma pessoa comigo. Eu e minha mãe subimos e o obstetra que me deu o toque disse que eu estava com um e meio pra dois de dilatação, e a enfermeira mandou eu voltar pra casa e só voltar quando estivesse com contração de 5 em 5 minutos. Quando saímos minha tia Valdene tinha dado minha coca e meu empadão pro amigo do meu irmão e eu ainda tava cheia de fome, kkk.
Na volta passamos na casa da minha tia Dududi e ela veio pra cá pra casa ajudar a contar as contrações. Passamos a noite toda contando as benditas contrações, minha cunhada fazia questão de me pertubar dizendo: "Tá sentindo dor? Anda Ingrid sente dor logo!", mas as contrações só chegaram de 5 em 5 minutos seis e pouca da manhã, então fomos todos de novo para a maternidade, Quando cheguei na maternidade, subimos eu e minha mãe de novo, tivemos que esperar a troca de plantão, e o médico só me atendeu umas 8 horas, e disse que eu estava com quatro de dilatação, então me levaram pra sala de parto e pré parto com a minha mãe.
Eram muitas mulheres tendo bebê para poucos médicos. Eu já não tinha mais nem noção da hora, mas teve uma hora que eles colocaram o soro no meu braço e uma medicação que disseram que era pra diminuir a dor, até esse momento, eu estava com 6 de dilatação, e depois dessa "medicação" as contrações diminuíram, e a dilatação voltou pra 5.

Só quando o soro acabou e colocaram outro, que as dilatações voltaram a evoluir.
Na última vez que o médico que devia fazer meu parto olhou, eu estava com 9 de dilatação,e segundo minha mãe, já dava pra ver a sua cabecinha, meu anjinho. Mas chegou uma mulher tendo filho, e o bendito me abandonou lá sem nenhuma enfermeira sequer.
Quando eu não estava mais aguentando, e estava fazendo força pra sua cabeça sair, minha mãe entrou em desespero, pois não tinha nenhuma enfermeira por perto. Então ela começou a gritar por ajuda, porque a sua cabecinha  já tinha ido e voltado várias vezes.
À partir daí eu não lembro muito bem, mas minha mãe falou que chegou uma enfermeira com um bebê no colo, e quando viu a sua cabeça, passou o bebê que ela estava segurando para outra enfermeira, e foi buscar a médica. Minha mãe disse que uma enfermeira ficou empurrando minha barriga, e eu lembro que a última força que eu fiz, foi a última que eu aguentaria fazer, juntei o que me sobrava de energia, e você nasceu, sem tempo nem de fazer o corte no períneo, ouvi a médica dizer que ele (o períneo) dilacerou. E a única coisa que eu fiz foi sorrir quando você nasceu.
Nesse momento minha mãe saiu da sala pra chorar, porque você nasceu roxinho e sem chorar. A médica correu com você e pra UTI e a outra médica ficou com uma enfermeira me dando pontos, e a minha mãe foi ver o que tinha acontecido com o meu você.
Você teve que ficar um pouco mais de 2 horas na UTI, e eu nem imaginava que você quase não sobreviveu..
Enfim, Graças a Deus hoje você está bem, só teve uma pequena fratura na clavícula, que já sarou.
E é por isso que eu te chamo de Meu pequeno Guerreiro. Você nasceu pesando 3,815 kgs, medindo 55 cm, de parto normal, à 00:32 do dia 13/08/2012, e é a cara do seu pai! rs.
Beijinhos e até a próxima meu Príncipe ♥

4 comentários:

  1. Ow que felicidade, não vejo a hora de chegar a minha vez, vi seu comentario la no meu blog e resolvi passar no seu também e ja estou te seguindo, bjos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo, logo ela chega, rs.
      Volte sempre viu, beijos!

      Excluir
  2. Nossa que relato hein.. Mais graças a Deus ele está bem,nasceu gordinho e grande. Já estou te seguindo,adorei seu blog. Um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, isso é tudo que importa!
      Volte sempre flor, que bom que gostou, rs.
      Beijão!

      Excluir

Nascimento do Príncipe